Mãe se recusa a abortar bebê com anomalia e filho nasce perfeito: ‘nós oramos muito’

Matérias Oficiais(+10% Clicks) - Beatriz 01/06/2021 Relatar Quero comentar

Expressão para designar aquele amor que só uma mãe consegue sentir pelo(s) filho(s). O amor que é diferente de todos os outros no mundo. Exemplo de uso da palavra Amor de mãe: O amor de mãe é o que me faz viver cada dia de forma especial.

O amor de mãe por seu filho é diferente de qualquer outra coisa no mundo. Ele não obedece lei ou piedade, ele ousa todas as coisas e extermina sem remorso tudo o que ficar em seu caminho.

Um amor mais forte que tudo, mais obstinado que tudo, mais duradouro que tudo, é somente o amor de mãe.

Recentemente, vários países começaram a discutir a lei que permite o aborto. Para parte das mulheres, elas são quem deve decidir prosseguir ou não uma gravidez, já que o corpo é delas.

Outra parte da população acredita que na barriga da grávida há uma vida e que, por isso, é preciso defender o direito à vida desse ser. 

Tentando evitar que muitas mulheres comecem a abortar, outras estão contando suas histórias, em prol da vida. Uma delas é Kate Mckinney, que já era mãe de três filhas até engravidar novamente em março de 2018.

Ela e seu marido, Bobby, estavam animados em ver a família aumentar, mas enfrentaram um grande desafio após o exame para descobrir o sexo do bebê. 

No entanto, eles teriam recebido a recomendação para não ter a criança. Isso porque existia a grande possibilidade do neném nascer com algum tipo de má formação. A anomalia revelada pelos médicos, é claro, deixou a família mal. 

Os profissionais explicaram que a criança tinha uma espécie de fluído no pescoço e que isso poderia ser o sinal de várias doenças. A família deixou o hospital arrasada, mas disposta a ter a criança e criá-la. 

Clique na segunda página para continuar navegando
Comentário do usuário