Elefanta usa perna protética após perder sua perna dianteira

Matérias Oficiais(+10% Clicks) - Jolie 28/04/2021 Relatar Quero comentar

Esta é a história da Mosha, uma elefanta amputada no primeiro hospital para elefantes do mundo, a Friends of the Asian Elephant Foundation na Tailândia.⁣ 

"Mosha tinha apenas 7 meses quando chegou ao FAE e perdeu sua perna dianteira em uma mina terrestre na fronteira da Tailândia com Mianmar.

Ela estava tentando compensar a falta de seu membro levantando seu tronco e apoiando-se em outras estruturas, mas era óbvio que isso se tornaria cada vez mais difícil à medida que ela crescesse.⁣

Ao procurar uma solução para o problema de Mosha, haviam algumas coisas que precisavam ser levadas em consideração.

Em primeiro lugar, os elefantes asiáticos podem viver bem mais de 40 anos na selva, e Mosha estava apenas no início de sua jovem vida.

Além disso, embora a eutanásia por tal lesão possa ser considerada uma opção em muitos lugares ao redor do mundo, na Tailândia, onde uma grande porcentagem da população segue o budismo, não é tão facilmente discutida ou praticada.

Assim, com a ajuda do cirurgião ortopédico Doutor Jivacate, a equipe da FAE decidiu projetar e construir uma perna protética para apoiar Mosha ao longo de sua vida, com a primeira versão dessa perna pesando 15 quilos.⁣

Desde aquela época, Mosha recebeu nada menos do que dez pernas protéticas, o design ajustado e aprimorado a cada vez para atender às suas necessidades à medida que ela crescia.

Hoje a prótese evoluiu para uma versão mais sofisticada da primeira - como você pode ver no vídeo."

Comentário do usuário