Tsar Tank, o imenso e estranho tanque do czar

Matérias Oficiais(+10% Clicks) - Jolie 14/05/2021 Relatar Quero comentar

Inúmeras coisas estão acontecendo no mundo. A nossa responsabilidade é oferecer as notícias mais recentes e úteis.

Na época da Primeira Guerra Mundial, os tanques militares eram apenas meros conceitos.

Leonardo da Vinci, o gênio renascentista do século 15, já havia feito alguns esboços de um veículo blindado redondo movido a humanos, com canhões saindo de suas laterais.

Também no final deste século, um general tcheco construiu vagões blindados equipados com canhões e os usou efetivamente em várias batalhas.

No conto, The Land Ironclads, publicado pela primeira vez na revista "The Strand" em 1903, Herbert George Wells, também escritor dos clássicos A Guerra dos Mundos e A Máquina do Tempo, imaginou veículos blindados de trinta metros de comprimento equipados com canhões e rifles, e superfícies grandes para transportar um pelotão inteiro.

Pareciam grandes navios, fortemente armado e blindado, movido a vapor. Ao redor das bordas superiores dos veículos, havia portas de observação e uma torre de comando que podia ser elevada ou abaixada através do centro da tampa superior de ferro.

Nas descrições de seus veículos, ele usava rodas de pedrail, uma invenção de Bramah Joseph Diplock e publicada uns meses antes. Essas rodas eram projetadas para auxiliar no cruzamento de terrenos lamacentos ou traiçoeiros.

No entanto, as rodas de pedrail nunca foram usadas em veículos blindados de combate e seu inventor abandonou o projeto em 1910, mas foram inspirações para desenvolver esteiras de correntes que foram as primeiras a demonstrar vantagens das esteiras sobre as rodas.

As máquinas inventadas por H.G.Well eram as mais próximas que alguém imaginava como seria um tanque de verdade. Mas ninguém poderia imaginar o grandioso  tanque czar, do engenheiro russo Nikolay Lebedenko.

Sua invenção parece mais um veículo de ficção científica imaginado por Julio Verne ou um pesadelo steampunk do que algo construído por engenheiros.

Quando a Primeira Guerra Mundial eclodiu em 1914, não haviam tanques para ser usado efetivamente nos combates.

Os veículos blindados existiam antes do início da guerra, mas não se mostraram úteis em terrenos abertos abertos e não eram muito bons para atravessar obstáculos, como trincheiras e barreiras.

Clique na segunda página para continuar navegando
Comentário do usuário