Segundo estudo, homens que preferem jogar videogame do que fazer se(×)o

Matérias Oficiais(+10% Clicks) - Jolie 23/04/2021 Relatar Quero comentar

Inúmeras coisas estão acontecendo no mundo. A nossa responsabilidade é oferecer as notícias mais recentes e úteis.

Segundo um estudo da Universidade de Rutgers, de Nova Jersey, nos EUA, nos EUA, em parceria com a Universidade Estadual de Nova York feita entre 2007 e 2017, nos últimos anos, os homens estão preferindo jogar videogame do que fazer se(×)o.

 A entrevista contou com a participação de duas mil pessoas.

No caso específico dos homens, os jogos de videogame apareceram como segunda maior causa do declínio de se(×)o casual entre jovens, com 25% (o primeiro lugar ficou com a diminuição do consumo de álcool, mas levando em conta homens e mulheres).

Enquanto entre os jovens de 20 a 24 anos a proporção dos que afirmam não ter feito se(×)o casual no último ano aumentou de 11,7% para 15,2%, no caso específico masculino na faixa etária de 18 a 24 anos, esse aumento foi de 18,9% para 30,9%.

Segundo dados da pesquisa, homens que jogam videogame diariamente têm menos chance de fazer se(×)o do que os que não jogam.

Esta questão, inclusive, já havia sido levantada por estudos anteriores, que apontam causas biológicas para isso.

Vale lembrar também que, desde o último ano, a pandemia tem sido um grande "diminuidor de li(b)ido" mundo afora.

Enquanto alguns sofrem com o tesão acumulado por conta do distanciamento social, outros focam nos medos e incertezas do momento, e como consequência não sentem vontade de tr(a)nsar.

Este site fornece o conteúdo e as informações mais úteis para todos os usuários do site.

As notícias mais recentes e mais interessantes Também podem ser encontrados naqui.

Se goste a nossa site, preste atenção ao nosso site, fornecerem os informações mais valiosas.

Comentário do usuário