Não cometa o mesmo erro que a tutora desse pit bull; veja fotos

Matérias Oficiais(+10% Clicks) - Jolie 19/05/2021 Relatar Quero comentar

Inúmeras coisas estão acontecendo no mundo. A nossa responsabilidade é oferecer as notícias mais recentes e úteis.

Uma mãe de pet chamada Vickie Shelton, 51 anos, que vive em Tennessee, Estados Unidos, teve a casa redecorada, no dia 24 de abril, quando o seu pit bull, Bo, de dois anos, destruiu a porta e o sofá novo, de quatro meses de uso.

Os cães sabem surpreender seus donos positivamente e negativamente muitas vezes.

O cachorrinho Bo soube executar muito bem a segundo opção. Vickie Shelton havia saído para trabalhar e, quando voltou, acreditou que sua casa havia sido invadida.

Conforme avançava a sala, encontrava pedaços de espumas e retalhos de tecidos pelo chão, acreditou ter sido um assalto, mas quando viu a televisão no lugar, essa hipótese foi descartada, já que nenhum ladrão entraria na casa para destruir o sofá. Só poderia ter um culpado: Bo.

"Bo se sentou no meio da bagunça, abanando o rabo. Ele estava muito feliz consigo mesmo. Tudo deu certo para ele. Eu não pude acreditar".

Bo adora deitar-se no estofado e ficar aconchegado nele por várias horas. Mas o amor pelo sofá não foi o suficiente para evitar a destruição.

"Eu estava no trabalho e recebia alertas de minha câmera de segurança de que algo estava acontecendo, mas pensei que era apenas Bo sendo Bo. Nunca em um milhão de anos eu pensei que ele estava destruindo meu sofá".

A organização da casa durou cerca de duas horas e ela recolheu seis sacolas plásticas cheias de espumas.

Segundo o Metro, no dia seguinte, a mulher decidiu colocar o peludinho no quarto do filho e fechar a porta com a TV ligada com sons calmantes, ventiladores e brinquedos. Tudo na esperança que ele passasse um bom dia.

A expectativa de mantê-lo bem e longe da bagunça foi frustrada. Ao chegar em casa encontrou a porta do quarto destruída.

"Eu entrei em pânico porque pensei que ele tinha cortado a boca com os pedaços, então eu o levei ao veterinário. Mas ele estava totalmente bem".

O médico veterinário diagnosticou que o cãozinho estava sofrendo com grande ansiedade de separação.

E por conta disso, foi prescrito um remédio calmante, para que Bo fique mais calmo na ausência de sua dona.

Este site fornece o conteúdo e as informações mais úteis para todos os usuários do site.

As notícias mais recentes e mais interessantes Também podem ser encontrados naqui.

Se goste a nossa site, preste atenção ao nosso site, fornecerem os informações mais valiosas.

Comentário do usuário