Homem passa 40 anos na prisão por ser acusado injustamente por um assassinato

Matérias Oficiais(+10% Clicks) - Jolie 20/04/2021 Relatar Quero comentar

Inúmeras coisas estão acontecendo no mundo. A nossa responsabilidade é oferecer as notícias mais recentes e úteis.

Esse homem é Ronnie Bridgeman, chorando após passar 40 anos na prisão, ele foi acusado injustamente por um assassinato. 

Ronnie tinha apenas 17 anos quando juntamente com seu irmão Wiley de 20 anos e seu amigo Rickey Jackson de 18 anos, foram condenados à morte pelo assassinato de Harold Frank em 1975.

Três anos depois, em 1978, a pena foi comutada por prisão perpétua, após a abolição da pena de morte no estado de Ohio.

A única evidência contra os 3 jovens foi o testemunho de Eddie Vernon, de 12 anos, que afirmou ter visto o momento em que Harold foi assassinado.

Só depois de quarenta anos, Eddie admitiu que acusou os três homens de forma injusta, sob a forte pressão dos investigadores do caso.

Seu testemunho reabriu o caso e os homens foram libertados depois de passar quarenta anos de sua vida na prisão. A cidade de Cleveland compensou os três homens com um total de $18 milhões.

Este site fornece o conteúdo e as informações mais úteis para todos os usuários do site.

As notícias mais recentes e mais interessantes Também podem ser encontrados naqui.

Se goste a nossa site, preste atenção ao nosso site, fornecerem os informações mais valiosas.

Comentário do usuário